quinta-feira, 28 de maio de 2009

O que ando ouvindo...

Por mais que eu evite, é impossível dissociar este blog da minha vida pessoal (e não é isso que torna os blogs mais interessantes que jornais, revistas e sites de notícias?). A nova seção do blog, que começa hoje, é resultado dessa junção: "O que ando ouvindo" (e eu geralmente ouço música andando mesmo, quase nunca tenho tempo de ouvir na tranquilidade de casa). Quando eu estiver animada, vai ter textos sobre a banda, mas pode ter também apenas clipes ou músicas.

O que eu estou ouvindo ultimamente é a banda norueguesa (oi, Ida) The National Bank - e o que um Bank não melhora numa banda, hein? Eu nunca tinha ouvido falar, até o Eduardo encher meu mp3 player de CDs, e entre eles estava o "Come on Over to the Other Side". Este é o segundo disco da banda, de 2008, o primeiro, auto-intitulado, é de 2004.



Esse clipe tem umas partes engraçadas, com um tal de O-Bee dançando de um jeito wannabe Michael Jackson. Mas reparem que a música é muito boa, mais dançante (mas não numa vibe "vamos fazer as meninas dançarem", que já está cansando).



"Family" é mela-cueca mas é muito bonitinha, gosto do refrão, mesmo achando um pouco piegas.



"Tolerate" é do primeiro disco, que nunca ouvi. Gosto das luzes e da bateria transparente do clipe.

Acho que os clipes não ilustram com justiça o "Come on over...", recomendo baixá-lo.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Novidades clipísticas

Um pequeno apanhado das "estreias" de clipes nos últimos dias.


O Make the girl dance fez uma versão francesa do clipe do Matt & Kim - e por francesa entenda mais charmosa, sem polícia e com mais mulheres que homens sem roupa. A letra é bobinha até, mas tudo em francês fica bonito.



O clipe de "Prepare Your Coffin" do Tortoise é uma coleção de fotografias com trilha sonora. Me lembrou muito a época que fazia estágio no Laboratório de Fotografia, pelo preto e branco e porque eu tinha uma predileção por fios de postes e linhas em geral.



O clipe da Röyksopp é da música "The Girl and The Robot". Tem uma menina e um robô (dã), é bonitinho.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Indieoteca básica

Sonic Youth


Yo La Tengo


The Velvet Underground


Belle & Sebastian

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Curtas (atualizado)


Wilco libera Wilco (o álbum) para streaming.

Little Joy está tocando sem Fabrizio, que está em estúdio com os Strokes.


"Salvando" o jornalismo impresso: a revista independente Paste pede doações e agradece com músicas raras de Of Montreal, She & Him, e outras bandas indies legais.

Paul Banks (ou seria Julian Plenti?) liberou uma música do disco solo.

Broken Social Scene vai gravar novo disco com John McEntire do Tortoise (eba!). Outro dia mesmo tava me perguntando se eles iam voltar a gravar como banda (e não aqueles discos semi-solo, como diz o Pitchfork).

terça-feira, 12 de maio de 2009

Beirut no Brasil

Vi no Trabalho Sujo que o site da Julia Petit conversou com Zach Condon e ele disse que este ano vem mesmo ao Brasil, em setembro! Parece que Rio, São Paulo e Recife já estão fechados. Estou aqui tentando conter minha felicidade e não sair gritando como louca.

O texto da Mariana Inbar no site da Petit é bem bacana, ela foi no show em Bruxelas, cantou no palco e tudo mais. E disse algo que concordo muito: "O projeto é basicamente Zach, americano de 23 anos que consegue compor músicas que ao meu ver são completamente incondizentes com sua faixa etária e nacionalidade: você pode ouvir o primeiro cd e imaginar uma enorme orquestra tocando tudo aquilo, e um homem bem mais velho cantando aquelas letras tão bonitas, e toma um susto ao saber que foi um molequinho americano que inicialmente gravou tudo sozinho em eu seu quarto, depois de passar férias na Europa com o irmão." Vale a pena clicar, tem vídeos também.

Será que o cartaz do show brasileiro vai ser bonito assim?

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Resenhas surdas: escrevendo o álbum do Fiery Furnaces

Tem gente que garante que uma obra é boa ou ruim mesmo antes de conhecer; tem gente que escreve sobre filmes ou discos de um jeito que parece que nem viu/ouviu (melhor não colocar links).
Os novaiorquinos (hífen?) do The Fiery Furnaces resolveram fazer disso um desafio e convocaram os fãs, através do MySpace, a descrever o álbum “I'm Going Away”. Só que ele será lançado no dia 21 de julho, ou seja, eles pedem para descrever como você acha que será o disco, sem ter ouvido. A banda deu a isso o nome de "deaf descriptions", que devem ser enviadas para thefieryfurnacesemail@gmail.com. Além da imaginação, você pode usar os títulos das músicas para se inspirar. Se você acha estranho eu falar "você", não se preocupe, a banda deixou claro que as "deaf descriptions" não precisam ser em inglês.
A banda também disse que pretende gravar uma outra versão de “I'm Going Away”, totalmente baseada na opinião dos fãs. A versão alternativa, que deverá se chamar "Exclusively-Acolyte, Altered-Otherwise, Hypo-Audio, I'm Going Away", sai no mesmo dia que o "disco oficial" do Fiery Furnaces.
Taí uma iniciativa mega criativa.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Curtas



Cat Power no Brasil pela terceira vez. Pena que só em São Paulo.

Já dá para baixar C_MPL_TE, novo disco do Móveis Coloniais de Acaju, lá na Trama - Álbum Virtual, gratuita e legalmente.

Paul Banks agora é Julian Plenti, no disco solo que vai lançar pela Matador dia 4 de agosto, chamado Julian Plenti is... Skyscraper.

“Previously on Lost” por Rainn Wilson.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Megalomania indie: Dark Night of the Soul


Quando o Pitchfork anunciou o projeto de Danger Mouse (metade magra do Gnarls Barkley e produtor de um monte) com Mark Linkous do Sparklehorse, fiquei esperando o dia em que Dangerhorse/Sparklemouse fosse vazar - esse dia é hoje!
Dark Night of the Soul foi o nome dado ao projeto, que tem colaborações de Julian Casablancas, Flaming Lips, Iggy Pop, Nina Persson, Black Francis, Jason Lytle (Grandaddy), James Mercer (The Shins), Vic Chesnutt e Suzanne Vega. E David Lynch!
E se você, assim como eu, ficou pensando que tipo de contribuição o David Lynch daria num disco - bem, eu também não sei, mas na verdade Dark Night of the Soul é muito mais que um disco. Um livro com cem fotos feitas por David Lynch também vai ser lançado, junto com uma exposição no dia 30 de maio - talvez a única maneira de reunir todo mundo.
O disco, que está na internet para streaming (e já foi ripado) no blog Chrysalis Music, vai ser lançado oficialmente no verão americano (daqui a pouco).
Imagine se estivessem conseguido também a participação de Stephen Malkmus e Cat Power, como Linkous queria?

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Feist é uma Brastemp

Quando li no twitter do Pílula Pop que o comercial da Brastemp copiou o clipe da Feist, não achei que fosse nesse nível. Olha a cara-de-pau:







Uma coisa é discutir propriedade intelectual, outra é falta de criatividade (e, mais uma vez, cara-de-pau!).