quarta-feira, 6 de maio de 2009

Megalomania indie: Dark Night of the Soul


Quando o Pitchfork anunciou o projeto de Danger Mouse (metade magra do Gnarls Barkley e produtor de um monte) com Mark Linkous do Sparklehorse, fiquei esperando o dia em que Dangerhorse/Sparklemouse fosse vazar - esse dia é hoje!
Dark Night of the Soul foi o nome dado ao projeto, que tem colaborações de Julian Casablancas, Flaming Lips, Iggy Pop, Nina Persson, Black Francis, Jason Lytle (Grandaddy), James Mercer (The Shins), Vic Chesnutt e Suzanne Vega. E David Lynch!
E se você, assim como eu, ficou pensando que tipo de contribuição o David Lynch daria num disco - bem, eu também não sei, mas na verdade Dark Night of the Soul é muito mais que um disco. Um livro com cem fotos feitas por David Lynch também vai ser lançado, junto com uma exposição no dia 30 de maio - talvez a única maneira de reunir todo mundo.
O disco, que está na internet para streaming (e já foi ripado) no blog Chrysalis Music, vai ser lançado oficialmente no verão americano (daqui a pouco).
Imagine se estivessem conseguido também a participação de Stephen Malkmus e Cat Power, como Linkous queria?

Um comentário:

Gêiser Nobio disse...

Olá, Taís!

Tudo que Brian Burton - vulgo Danger Mouse - toca vira um belo tesouro que todos querem adquirir. Basta ouvir "The Grey Album", que é uma espécie de mash-up juntando o "Álbum Branco" dos Beatles e o "Black Album" do Jay-Z. O cara é F-O-D-A.

Boas vibrações e SUPRA Vida para sempre...


G.N.
> www.supravidasecular.com